Tweet

Alguns videos !

Loading...

Pesquisar este blog

17/05/2010

Uma carta para Ronnie

O site oficial do Metallica foi atualizado com a seguinte carta de Lars Ulrich, a respeito do falecimento de Ronnie James Dio:

Querido Ronnie,

Eu acabei de sair do palco em Zagreb. Eu recebi a notícia de que você se foi. Eu estou meio em choque, mas eu quero que você saiba que você era uma das principais razões de eu ter chegado até este palco, para começar. Quando eu te vi pela primeira vez no Elf, abrindo para o Deep Purple em 1975, eu fui detonado pelo poder de sua voz, sua presença de palco, sua confiança, e a facilidade com que você parecia se conectar com os 6 mil dinamarqueses e um menino de 11 anos estarrecido, a maioria que não estava familiarizado com a música do Elf. No ano seguinte, eu estava tão animado quando ouvi os resultados de você juntando forçar com meu guitarrista favorito. Vocês soavam tão certos um para o outro e eu instantaneamente tornei o fã número 1 do Rainbow na Dinamarca. No outono de 1976, quando você tocou seu primeiro show em Copenhagen, eu estava literalmente na primeira fila e as poucas vezes que tivemos contato visual, você me fez sentir a pessoa mais importante do mundo. A notícia de que vocês ficariam na cidade no dia de descanso, de alguma forma grudou no meu cérebro e eu fiz a jornada até o Plaza Hotel para ver se eu poderia de alguma forma conseguir uma foto, um autógrafo, um momento, qualquer coisa. Algumas horas depois você saiu e foi tão gentil e atencioso... Fotos, autógrafos e alguns minutos de brincadeiras casuais. Eu estava no topo do mundo, inspirado e pronto para qualquer coisa. Rainbow veio a Copenhagen mais algumas vezes nos anos seguintes e cada vez vocês detonavam minha mente, e por uns bons três anos vocês foram minha banda favorita absoluta neste planeta. Durante os anos, eu fui sortudo o suficiente em cruzar com você meia dúzia de vezes mais ou menos, e cada vez você era tão gentil, atencioso e gracioso como foi em 1976 fora do hotel. Quando nós finalmente tivemos a chance de tocarmos juntos na Áustria em 2007, mesmo que eu não tenha deixado transparecer, eu fui literalmente transformado de volta naquele garoto ranhento que você encontrou e inspirou 31 anos antes, e foi uma grande honra e um sonho que se tornou verdade compartilhar um palco com você e o resto das lendas no Heaven and Hell. Algumas semanas atrás quando eu ouvi que você não conseguiria tocar nos shows do Sonisphere que nós compartilharíamos em Junho, eu queria te ligar para que soubesse que eu estava pensando em você e te desejar bem, mas eu meio que fugi, achando que a última coisa que você precisaria em sua recuperação era se sentir obrigado a receber uma chamada de um fã/baterista dinamarquês. Eu gostaria de ter feito essa chamada. Nós sentiremos muito sua falta nas datas, e nós pensaremos em você com grande admiração e afeto durante esse trajeto. Parecia tão certo ter você em turnê com os chamados "Big Four" já que obviamente você era uma das principais razões das quatro bandas até existirem. Seus ouvidos definitivamente queimarão durante essas duas semanas porque todos nós falaremos, relembraremos e compartilharemos histórias sobre como te conhecer tornou nossas vidas muito melhor.

Ronnie, sua voz impactou e me deu forçar, sua música me inspirou e influenciou, e sua generosidade me tocou e me moveu. Obrigado.

Com amor,

Lars

Nenhum comentário:

Postar um comentário