Tweet

Alguns videos !

Loading...

Pesquisar este blog

09/06/2011

Hammett: "Acabamos de começar a pensar em compor material novo"

Shawn Fernandes da GibsonGuitar.in entrevistou recentemente o guitarrista do Metallica, Kirk Hammett. Alguns trechos da conversa podem ser conferidos abaixo.

GibsonGuitar.in: Os fãs indianos podem esperar algum material novo nos shows [de Outubro]?

Kirk Hammett: Bem, quanto a material novo, nós acabamos de começar a pensar em compor material novo. Eu acho que se algo estiver terminado entre agora e o final de Outubro, vai saber? Nós podemos tocar uma música nova, ou não, mas pela Índia ser um lugar meio que especial e ser a primeira vez que tocaremos lá, podemos tocar algo que não tocamos há um tempo.

GibsonGuitar.in: Qual banda, na sua opinião, é a melhor do "Big Four"?

Kirk Hammett: Err... Bem, nós [risos]. Mas, claro, eu diria que somos nós. A melhor questão é quem é sua segunda favorita?

GibsonGuitar.in: Justo. Então, quem é sua segunda banda favorita?

Kirk Hammett: Eu tenho que dizer Slayer. O que eu posso dizer, eles são maus, eles são pesados, eles não se comprometeram. O Slayer detona. Eu também preciso dizer no entanto; Scott Ian [do Anthrax] é um dos meus melhores amigos. Eu o conheço desde que eu estou na banda e nós saimos muito socialmente. Nós fazemos coisas juntos, nossas famílias saem juntas, então eu preciso dizer que eu realmente gosto de sair com Scott porque ele é um dos meus irmãos.

GibsonGuitar.in: Com toda a turnê, a banda conseguiu começar a trabalhar em um novo álbum?

Kirk Hammett: Nós não começamos ainda; estamos pensando sobre isso, no entanto. [risos] Há um monte de outras coisas que estamos fazendo no momento. Nós sempre falamos para nós mesmos que vamos começar a nos juntos para começar a compor as músicas, mas, sabe, algo sempre surge. Normalmente é um show ou a gente precisando viajar para tocar na Índia ou algo do tipo, e então o álbum fica de lado um pouco. Mas eu acho, pessoalmente, que o novo álbum acontecerá quando acontecer.

GibsonGuitar.in: Você aprendeu com uma lenda, o grande Joe Satriani. Como isto aconteceu e como foi?

Kirk Hammett: Bem, naquela época eu tinha minha Flying V e um dia eu disse para um amigo meu, "seu modo de tocar é muito bom. O que rola? Como você começou a tocar tão bem?". Ele disse, "oh, eu encontrei este novo professor em Berkeley, seu nome é Joe. Você deveria conferí-lo". Então eu fui para essa loja de música chamada Secondhand Guitars em Berkeley, entrei e no fundo, eu podia ouvir alguém tocando guitarra loucamente, como nunca tinha ouvido antes. Eu fui até lá e lá estava Joe, sentado em uma cadeira, e ele diz, "Oi, você é meu aluno novo?". Eu disse, "Sim", e então nós nos sentamos e Joe começou a tocar. Mesmo naquela época, ele soava como soa hoje. Digo, todos os componentes do seu estilo de guitarra estavam lá naquela época. Eu fiquei tão chocado com sua técnica e seu estilo. A primeira coisa que ele disse para mim foi: "Ok, se você vai ter aulas comigo, eu espero que você aprenda as lições". Então ele meio que basicamente me disse para ter meu ato junto quando eu viesse na semana seguinte. Então eu tive a lição, aprendi tudo durante a semana, e voltei na semana seguinte. Eu cresci a partir daí. Eu podia dizer que Joe realmente gostava de tocar comigo pois ele sempre tocava mais do que o tempo alocado. Digo, usualmente ele passava cerca de meia hora com seus outros alunos, mas por alguma razão estranha, ele passava mais tempo comigo. Eu descobri mais tarde que era simplesmente porque ele gostava de tocar guitarra comigo. Mais tarde, em entrevistas, Joe disse que quando ele começou a me ensinar, ele podia ver algo na minha forma de tocar e meu jeito, que era radicalmente diferente da maioria das outras pessoas na época. Muito disso tinha a ver com o fato de ouvir aos guitarristas tipo Ulrich Roth e Michael Schenker. Digo, não havia muita gente nos Estados Unidos naquela época que sabia quem eram esses guitarristas. Então eu vinha de uma perspectiva meio que bem única. Eu aprendi muitas coisas com o Joe, muitas coisas técnicas especialmente. Eu também aprendi que sensação é melhor que qualquer coisa. Então eu sempre tentei ser um guitarrista com muito sentimento ao invés de um guitarrista com muita técnica. Eu sempre fui ciente do fato de que você pode dizer tanto com cinco notas quanto com cinco mil notas. Aprender foi muito, muito importante para mim.

GibsonGuitar.in: O Metallica está por aí há 28 anos. Nós vimos muitas bandas de metal surgir e sumir, o gênero mesmo já teve seus altos e baixos. Qual é o ingrediente especial que manteve o Metallica no topo pelos últimos 30 anos?

Kirk Hammett: Eu honestamente não sei. Tudo que eu posso dizer é que eu acho que nossa música passa pelo teste do tempo. A música ainda soa moderna e ainda soa relevante depois de 30 anos. As pessoas estão ouvindo e ainda ouvem como algo novo. Tudo que eu posso dizer é que isto é simplesmente incrível que tenha acontecido com a gente.

GibsonGuitar.in: Nós temos que te perguntar sobre esse novo livro sobre memorabilias de filmes de terror que você está trabalhando, entitulado "Too Much Horror Business".

Kirk Hammett: É um livro sobre pôsteres antigos de filmes de terror e brinquedos de monstros antigos. Eu tenho colecionado estas coisas desde, tipo, sempre. Eu comprei minha primeira revista de filme de monstro quando eu tinha cinco anos de idade e tenho curtido estas coisas desde sempre. Eu simplesmente decidi um dia que, por ter esta grande coleção de pôsteres e brinquedos de monstros, compartilharia isto com o mundo. Basicamente é o que eu estou fazendo agora, estou compartilhando isto com o mundo. É bem divertido. É bem trabalhoso e ainda estou trabalhando nisso no momento, mas é bem divertido e eu mal posso esperar para lança-lo.

Fonte:http://www.metalremains.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário