Tweet

Alguns videos !

Loading...

Pesquisar este blog

31/05/2010

Trujillo ajuda família Pastorius a recuperar baixo

O site oficial do Metallica foi atualizado com a seguinte notícia, a respeito do envolvimento de Robert Trujillo com a recuperação do "Bass of Doom" de Jaco Pastorius:

Jaco Pastorius tem sido considerado há tempos como um dos, se não o mais, baixistas mais influentes de todos os tempos e como alguns devem saber, é o herói pessoal de Robert. Então após ouvir uma conversa por telefone de que o lendário "Bass of Doom" apareceu depois de estar perdido por mais de vinte anos, mas estava preso em uma batalha legal feia, Robert instintivamente ofereceu ajuda a família de Pastorius em sua recuperação. O final feliz é que o baixo está com Robert e a família Pastorius... Uma verdadeira peça da história da música.

Como tantos outros músicos notáveis, Jaco Pastorius morreu jovem, com apenas 35 anos, mas seu legado perdurou o teste do tempo. Com suas técnicas pioneiras, carisma e performances de palco espetaculares, e seu jeito único inconfundível, Jaco deixou para trás um legado musical que continuou a inspirar e influenciar gerações ao redor do mundo. Através de seu aclamado criticamente álbum de estréia homônimo, seu trabalho com o grupo de jazz/fusion Weather Report, cujo álbum "Heavy Weather" é um dos álbuns mais vendidos de jazz de todos os tempos, e suas colaborações com o cantor/compositor Joni Mitchell, a reputação de Jaco e influência cresceu para permear muitos estilos e gêneros musicais.

O lendário "Bass of Doom", apelidado pelo próprio Jaco, é um baixo de jazz Fender 1962 que Jaco removeu as trastes e trabalhou em seu braço com massa epóxi. Este baixo customizado foi o único instrumento sem traste que Jaco usou para gravar durante sua carreira até que ele foi roubado de um banco de parque de Manhattan em 1986. Apesar de repetidas tentativas de amigos e da família de localizá-lo, o paradeiro do famoso baixo permaneceu desconhecido até que surgiu no início de 2006 em uma pequena loja de guitarra no West Side de Nova Iorque. Infelizmente o dono da loja se recusou a devolvê-lo a família Pastorius, resultando em um processo legal.

Quase dois anos se passaram antes que Robert fosse capaz de ajudar a tornar possível que a família resolvesse o caso e reganhasse controle do baixo do patriarca. Quando perguntado sobre seu envolvimento, Robert comentou, "eu senti uma forte sensação de que isto era a coisa certa a ser feita para Jaco, e a família, custasse o que for."

Nenhum comentário:

Postar um comentário